Impactos

O oceano fornece ao homem muitas coisas, desde transporte e lazer até o fornecimento de alimentos. O problema é que ultimamente o homem não está retribuindo esse grande favor que a natureza o proporciona, além de pescar excessivamente ainda deixa o oceano vulnerável a qualquer acidente em relação à extração de petróleo, isso sem falar da imensa quantidade de lixo que é depositado nele.

LIXO:

Tanto lixo foi jogado ao oceano que criou-se o “Sopão do Pacífico”, uma acumulo de lixo que vaga pelo pacífico devido as correntes maritimicas..

Sua extensão ultrapassa 920km e seu um volume de mais de 100 milhões de toneladas de lixo, do qual 90% é  composto de plástico. Em regiões como o litoral do Japão, essa quantidade de lixo aumenta dez vezes mais a cada dois ou três anos. Esse lixo muitas vezes ainda mata animais de diferentes espécies, que acabam ingerindo-o por engano, os principais afetados são as aves marinhas.

PESCA EXCESSIVA:

A pesca excessiva é outro fator gravíssimo que vem acontecendo, quantidades absurdas de peixes e animais marinhos são retiradas diariamente das águas, o que não dá às espécies tempo para se reproduzir novamente. É um problema não apenas para os pescadores que ficam sem mais peixes para pescar e se sustentar, mas sim para a cadeia alimentar marinha, quando se pescam os forrageiros (sardinhas e peixes menores) que se alimentam dos planctons e algas, a cadeia desaba, pois baleias e peixes grandes que não comem os “planctons” acabam se alimento e morrem também. Algumas espécies são extintas, ou melhor, aniquiladas, a outra espécie que talvez se alimentasse dessa, pode também ir à extinção, e por aí vai. Além disso se pescam muitas baleias e animais maiores que ja estão em extinção por falta de alimento.

A sardinha é um peixe muito conhecido e comercializado por ter ômega 3, por isso é um grande alvo dos pescadores. Em media, um barco pesqueiro de grande porte retira 70 toneladas de sardinha do mar em apenas dois dias.

PETRÓLEO:

Um vazamento de petróleo pode causar desastres ambientais memoráveis, como vimos recentemente no acidente do golfo do México, ele também não só prejudica o oceano, mas também os animais.

MARÉ VERMELHA- ESGOTO

A maré vermelha é causada na maioria das vezes pela floração de pequenas algas chamadas de Pyrrhophyta (grego; Pyrrhophyta significa planta cor de fogo).

O aumento nos níveis de nutrientes dissolvidos na água do mar (que hoje em dia vem muito do esgoto),  junto com uma temperatura mais quente luminosidade ideal faz com que essas algas tenhamuma explosão em sua reprodução(cada dinoflagelado é capaz de se reproduzir cerca de um milhão de vezes em uma ou duas semanas, chegando a atingir concentrações de até 10 milhões por litro de água!)

Isso pode pode representar uma série de ameaças ao ambiente marinho e ao homem. Matando inúmeras espécies de peixe, devido ao entupimento das brânquias, devido ao excesso de algas que consomem todo o oxigênio e não deixam passar sol nem nada na camada superior do mar, todos os seres vivos embaixo morrem, (existem registros de casos em que lagostas se arrastam para fora da água, numa busca desesperada por oxigênio, e acabam morrendo nas praias ou costões rochosos)

Essas algas podem produzir algumas toxinas que estão entre os mais poderosos venenos conhecidos. O envenenamento pode ocorrer de forma direta, matando peixes e outros organismos marinhos, ou indireta ;certos moluscos, não são afetados diretamente pelas toxinas mas, por serem organismos que filtram a água do mar, retirando dela seu alimento, acumulam algas nocivas e, conseqüentemente, intoxicam indiretamente animais que deles se alimentem, como pássaros, mamíferos marinhos e até o ser humano.

O consumo de moluscos provenientes de regiões afetadas pelo fenômeno causou alguns dos tipos de envenenamento indireto, provocado pela ingestão de moluscos contaminados, que podem atingir o homem são a paralisia (em que a pessoa morre por insuficiência respiratória), o envenenamento diarréico (provoca muitos enjôos, vômitos, tremores, calafrios) e o o envenenamento amnésico.

Este fenômeno esta sendo observado cada vez com mais frquencia.

Afeta assim, toda a população local, falisndo restaurantes, prejudicando pescadores e causando mortes.

OCEANO ÁCIDO:

Com o excesso de gás carbonico na atmosfera,os Oceanos estão ficando cada vez mais ácidos, pois o CO2 em contato com a água forma o ácido carbonico (H2O (agua)+ CO2 (gás carbônico)-> H2CO3 ) , que baixa o PH da água aumentando sua acidez matando ínumeras especies de peixes, corais e algas. Hoje o oceano está 10% mais ácido do que em 1800…

Porquê? Porque se dissolve facilmente, e o oceano é bem mais vasto que a atmosfera em numero de átomos, tal que conta com 37 000 gigatoneladas de carbono contra somente 800 gigatoneladas armazenadas no ar.  pesquisas feitas por entidades no mundo inteiro mostram que 48% do dióxido de carbono emitido pelo homem desde o inicio da era industrial (séc. XIX) está presente nos oceanos, ou seja 120 trilhões de toneladas de carbono. Pior, esta acumulação continua ao ritmo de 25 milhões de toneladas de carbono todos os dias!

aguá acida mata Recifes de Corais que abrigam grande parte da vida marinha....

Por volta de 2050, a não ser que se tome medidas drásticas de diminuição da poluição, 98% dos corais hoje existentes terão desaparecido.

 

%d blogueiros gostam disto: